Ondas encantadas, animais sonhadores e um tapete mágico

Atualizado: 16 de Nov de 2019




Hoje vamos continuar narrando o passo a passo da nossa oficina de fim de ano (iniciamos o assunto nesse post aqui). Já falamos sobre o primeiro estágio da Onda que criamos para o evento, a cabana AM, que estava nas mãos da Tati Heine (veja nesse link). Agora é a vez do segundo estágio, a PA(AP). Eu sou a Renata Ungier, autora do livro Como ser uma onda, e fiquei responsável por este ambiente da oficina. Vou contar pra vocês como foi a experiência.



PA(AP) é representada, no livro, pelo texto na cor vermelha e por imagens que se espicham em direção ao céu. Algumas palavras relacionadas aos conteúdos simbólicos desta estrutura seriam: lúdico, festa, alegria, criatividade, mágico, ideal, eixo, sonho, impulso, brincadeira, música, movimento, intuição, fantasia....



A ilustradora Claudia Solano criou um tapete mágico, com a imagem da capa do livro, onde pude contar as histórias inéditas que escrevi a partir das ondas originais. Fantoches, brinquedos e objetos inusitados emergiam de uma mala encantada, com um pano de fundo musical cuidadosamente escolhido. Todo o ambiente era propício à interação e à imaginação.





As crianças participaram ativamente dos contos do cavalo marinho Hipocampo, que desejava ser uma onda do mar; do caracol Lemni, que guardava as memórias da floresta; da sonhadora girafa Estrela e o rei Vitrúvio; da rodopiante metamorfose colorida, que transformou a sala inteira em cenário.



Foi muito gratificante constatar como a passagem pela cabana do sossego (AM) "preparou" cada criança para o momento PA(AP), da contação de histórias. Eles estavam atentos, receptivos e tranquilos. Aqueles que chegaram muito agitados, se mostraram mais "ancorados", mais propensos a ouvir e interagir. Ao mesmo tempo, ávidos pela viagem mágica dos personagens, pela participação na narrativa, curiosos quanto aos objetos que saíam da mala, alegres em utilizar as coroas e varinhas de condão.



Tendo vivenciado essas ondas pela via essencialmente lúdica, com total liberdade para a imaginação, eles estavam prontos para passar a uma nova etapa. No estágio PM, a Claudia Solano conduziu a turminha a buscar compreender, de forma mais "racional", de que maneira os personagens se sucedem na onda, o que têm em comum, em que se diferenciam... Mas essa história fica para a próxima postagem!



Para voar nesse tapete mágico comigo e ouvir minhas novas histórias, venha participar dos nossos eventos! Enquanto isso, você pode produzir seu próprio tapete, com papel, lápis de cor, tinta, colagem, tecidos e o que mais seu potencial criativo PA(AP) inventar. Manda fotos pra gente, vamos adorar!

60 visualizações

© Como ser uma onda // 2019 // Rio de Janeiro

  • Preto Ícone Spotify
  • Instagram ícone social
  • Black Facebook Icon