Quem conta um conto?

Atualizado: 23 de Set de 2018

{para brincar} Você deve ter percebido que o texto que acompanha cada onda é bem simples e sintético, o livro tem uma característica bastante visual.  De fato, o objetivo é ter um impacto mais psico-corporal do que intelectual. Sobretudo, dar margem para a ampliação dos conteúdos, tanto corporalmente quanto pelo discurso verbal.

As palavras e as imagens podem ser brincadas por uma via sensorial, por aquilo que elas evocam no mundo simbólico e emocional de cada criança.

A cada página, uma ilustração acompanhada de um estímulo textual, que funcionam como elementos provocadores: de emoções, de sensações, de conexões lógicas. Cada criança percebe estes estímulos de diferentes maneiras, em diferentes momentos e idades, tanto pelo conteúdo concreto das palavras e imagens, quanto pela sonoridade, as cores e todos os tipos de impressões que estes elementos suscitam e registram.

A partir de um texto que pode ter, até mesmo, somente 5 palavras, ou poucas frases, a criança pode desenvolver histórias completas, novinhas, produto da sua própria imaginação. Convide-a a “continuar" a história que começou a ser contada no livro. Grave ou escreva o conto inventado, para que possa, posteriormente, ser dramatizado, dançado, ter "cenários e figurinos” especialmente produzidos pela criança e seus amigos, irmãos e primos…

Um verdadeiro laboratório de criação e expressão!

#brincadeira #histórias #texto

30 visualizações

© Como ser uma onda // 2019 // Rio de Janeiro

  • Preto Ícone Spotify
  • Instagram ícone social
  • Black Facebook Icon